Vereador Fernando Holiday (DEM) é chamado de ‘macaco de auditório’ e acusa parlamentar de racismo

APOIE O NOTÍCIA PRETA
Fernando Holiday

O vereador de São Paulo Fernando Holiday (DEM), membro do Movimento Brasil Livre (MBL), foi chamado de “macaco de auditório” no plenário da Câmara Municipal na última quinta-feira (5), e diz que irá denunciar racismo à Corregedoria do Legislativo e ao Ministério Público Estadual (MPE). O autor da fala é o vereador Camilo Cristófaro (PSB).

O vereador viu o comentário do colega parlamentar como um ataque racista disfarçado e que a perseverança dessas ofensas se dá por ele não entrar na “caixinha do negro militante de esquerda”.

A origem dos ataques de Cristófaro se deu num comentário feito por Holiday a um programa do SBT, o The Noite com Danilo Gentili , em 30 de agosto. Na ocasião, o vereador criticou os colegas e disse que os vereadores de São Paulo “não trabalham”. A frase foi reafirmada por Holiday na última sessão plenária.

“Lamentavelmente o senhor Holiday usa as redes sociais, ele é o grande macaco de auditório das redes sociais, dando risada dessa casa, explodindo as redes sociais, porque a população adora ver sangue, maldade e mentira”, disse Cristófaro durante a última sessão plenária e concluiu dizendo que Holiday chamou os colegas de “vagabundos” e tratou o membro do MBL de “moleque”.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.