Rosângela Gomes é a 1ª mulher negra a ocupar um cargo na Mesa Diretora da Câmara dos Deputados

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Com apenas 3% de deputados autodeclarados negros pretos, esta é a primeira vez, em quase dois séculos, que a Câmara dos Deputados tem uma mulher negra em sua mesa diretora.

Rosângela Gomes (Republicanos), tem 54 anos, é carioca e está em atividade na Casa desde 2015. Ela foi eleita quarta-secretária da Mesa dirigida pelo novo presidente, Arthur Lira (PP-AL). “Foi assim que terminei meus estudos quando não tinha nem casa para morar. Sofri todo tipo de discriminação“, contou ao UOL.

Foto: Divulgação Senado

Desde a Assembleia Nacional Constituinte, em 1988, apenas 15 mulheres conseguiram chegar à Mesa Diretora. Todas se autodenominaram brancas ou não souberam informar a raça, com exceção de Rosângela, que se inscreveu como “preta”, e Mariana Carvalho (PSDB-RO), que se disse “parda”, na legislatura passada.

Fora da Mesa, entre os 513 deputados federais em ativa, apenas três são mulheres negras. Somente 16 parlamentares se declararam pretos, ou seja, 3% do total da casa.

A eleição para a mesa diretora aconteceu na última quarta-feira (03) em meio ao clima de tensão e foi marcada por decisão controversa do presidente eleito da Casa, Arthur Lira (PP-AL), que anulou a formação do bloco do adversário Baleia Rossi (MDB-SP) e, consequentemente, a escolha do colegiado, como o primeiro ato de gestão, na última segunda-feira (01).

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.