Rebeca Andrade avança a três finais do Mundial de ginástica

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Na madrugada desta terça-feira (19) (manhã de terça no Japão), com 100% de aproveitamento, Rebeca Andrade avançou às finais do salto (14,800 de média) e das barras assimétricas (15,100), atingindo as notas mais altas da competição. Ela ainda arrancou o último posto na decisão da trave, com 13,400 pontos. 

 A competição ocorre três meses após a paulista conquistar o ouro no salto e a prata no individual geral nos Jogos de Tóquio. “Eu até comentei com o Chico [o treinador Francisco Porath] que o meu sonho era tirar 15. Era o nosso sonho. Treinei muito e consegui”, disse Rebeca em depoimento à Confederação Brasileira de Ginástica (CBG).

Leia também: Rebeca Andrade conquista o ouro no salto em Tóquio

A campeã olímpica do salto vai buscar sua primeira medalha em um Mundial justamente em seu principal aparelho, no sábado, às 4h45 (de Brasília). Minutos depois disputa a final das barras. No domingo tenta um pódio na trave.

“Meu salto foi melhor que no treino de pódio. Eu estava me sentindo melhor mesmo. Com um pouco mais de tempo, acho que consegui sentir melhor o aparelho e ter um controle melhor na hora. Consegui sentir o meu corpo. Foi muito bom”, disse ela em entrevista ao GE.

APOIO-SITE-PICPAY

1 Comment

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.