“Racismo não tem perdão”: jovem é acusado de roubar sombrinha em espetáculo no RJ

APOIE O NOTÍCIA PRETA

O estudante de nutrição Fábio Leandro Souza do Nascimento, 25 anos, registou um boletim de ocorrência nesta segunda-feira (13) na 14ª Delegacia de Polícia Civil, no Leblon, local onde aconteceu a pré-estreia da peça Nem Todo Filho Vinga, da Companhia Cria do Beco, que fala sobre desigualdade social e racismo.

Fábio foi acusado de roubar uma sombrinha – Foto: Reprodução/ Redes sociais

O caso aconteceu no último sábado, quando Fábio foi vítima de racismo, após ser acusado de furtar uma sombrinha. Fábio estava acompanhado da sua namorada e da advogada Michelle Marcondes. Na delegacia, ele conta que foi bem recebido e sente raiva e tristeza por ter passado pela situação, e a mulher precisa ser punida. “Contei o que aconteceu. Agora, vamos aguardar as investigações. O meu sentimento é de raiva, tristeza. O racismo não tem perdão. Ela cometeu um crime e precisa ser punida. Vou processá-la”, contou a vítima ao jornal Extra.

O estudante postou um vídeo nas redes sociais do momento após a acusação. A gravação foi feita por Marina Bastos, namorada de Fábio, e mãe e filha são apontadas como autoras do crime. De acordo com o relato do casal, ao final do espetáculo, uma das mulheres puxou o guarda-chuva de Fábio e falou que era delas. Do lado de fora do Teatro Ipanema, quando foram questionadas porquê acusaram, a filha falou que também são de “favela” e pediu desculpas pelo “mal entendido”.

Leia também: Policiais nos EUA sofrem ameaças após prender supremacistas brancos

Segundo a delegada titular, responsável pela investigação, Daniela Campos Rodriguez Terra, o caso foi registrado como injúria por preconceito e todas as partes vão ser intimadas para prestar depoimento. “Ele alega que foi vítima de racismo. Então, registramos o caso por injúria por preconceito. Vamos identificar e intimar todas as outras partes: a mulher que teria o acusado de roubar o guarda-chuvas, bem como os produtores da peça que o ajudaram e outras pessoas que assistiam o espetáculo”, informa a policial. 

As duas mulheres não foram identificas até o momento.

APOIO-SITE-PICPAY

3 Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.