Polícia baiana investiga outro caso de morte envolvendo furto no Atakadão Atakarejo

APOIE O NOTÍCIA PRETA

A Polícia Civil da Bahia investiga outro caso de morte relacionado a furto envolvendo duas adolescentes no supermercado Atakadão Atakarejo, localizado no bairro de Amaralina, em Salvador (BA). 

Elas teriam realizado um furto no supermercado, em outubro de 2020, e acabaram sendo entregues também a traficantes locais, assim como o tio e sobrinho, Bruno e Yan Barros, e foram cruelmente agredidas. Uma sobreviveu e a outra não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo.

De acordo com a delegada Andréa Ribeiro, diretora do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), este tipo de conduta por parte do grupo de seguranças do Atakadão Atakarejo de Amaralina já se tornou padrão. “A gente começou a perceber que a ação era algo muito padrão com aquele grupo de segurança”, declarou em entrevista à Folha de São Paulo.

Leia também: Quatro pessoas são presas por mortes de tio e sobrinho que furtaram carne

Para o caso das adolescentes existe um inquérito em andamento, e que estão sendo apuradas as circunstâncias da morte da jovem e a possível ligação entre o crime do tio e sobrinho, Yan e Bruno. “A gente conseguiu apurar que muitos dos indivíduos que teriam participado dessa ação mais recente teriam participado da ação do ano passado. Isso para a gente está confirmado”, relata a delegada. 

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.