PM’s agridem homem negro com mata-leão em Minas

APOIE O NOTÍCIA PRETA
Dois policiais aplicam o golpe no homem – Foto: Reprodução Internet

Um homem negro estava parado junto a uma turma na porta de uma distribuidora de bebidas, na última quinta-feira (29), na cidade de João Monlevade, a 110 quilômetros de Belo Horizonte, quando foi abordado por policiais militares de forma violenta. Porém, as imagens imagens foram divulgadas pela TV Globo Minas nesta segunda-feira (3) e mostra uma abordagem policial truculenta contra o homem.

O vídeo mostra a chegada da PM e o pedido para que os homens encostem na parede para serem revistados. Após a revista agressiva, o policial dá voz de prisão ao homem, que parece não aceitar. Nesse momento, os dois policiais imobilizam o homem e o agridem, mesmo assim um dos policias imobilizam ele através de mata-leão.

Momento em que o homem é abordado e atacado por policiais militares – Vídeo: Uol

Segundo a polícia civil, a prisão foi efeituada por desacato, após o homem insultar os policiais. O homem teve que pagar uma multar de R$ 1.100 para ser liberado. Segundo a polícia Polícia Militar em João Monlevade, um inquérito será aberto para a abordagem policial.

Violência policial

A condenação de Derek Chauvin pela morte de Geoarge Floyd, em Minneapolis inspirou pouco a segurança pública brasileira, que continua oferecendo a população abordagens violetas e utilizando de golpes que podem levar a morte. Há cinco meses, João Alberto Silveira Freitas, foi morto após ser espancado por seguranças no supermercado Carrefour, na cidade de Porto Alegre. Até o momento, uma pessoa, das seis que foram indiciadas pelo crime, está presa e as investigações ainda não foram concluídas. Segundo o Atlas da Violência, 78% das pessoas mortas pela polícia no Brasil são negras. Durante a pesquisa, 11 estados não divulgam a etnia das vítimas abordadas pela polícia militar e civil, entre eles está o estado de Minas Gerais.

Proibição do mata- leão em São Paulo

Em São Paulo, a Secretaria de Segurança Pública revisou o manual de defesa pessoal dos policiais militares e proibiu a utilização do mata-leão em abordagens no estado. A revisão aconteceu após a constatação que várias abordagens foram realizadas na cidade, utilizando o golpe para imobilizar suspeitos e depois que um vídeo viralizou na internet, em julho do ano passado, quando um policial militar sufoca um jovem negro através do golpe.

APOIO-SITE-PICPAY

Fernanda De Souza

Graduada em jornalismo pela Centro Universitário Uni-BH, com 7 anos de experiência com Monitoramento de Notícia (Clipping Eletrônico). Atuação na elaboração de análises quantitativas e qualitativas que atende as necessidades da assessoria de comunicação.Vivência com produção e reportagem para revista, na área cultural.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.