PMs abordam jornalista negro por estar “bem vestido” e com uma “bike boa”

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Nesta segunda-feira (19), o jornalista Édrian Santos, postou um vídeo em suas redes sociais sobre uma abordagem da Polícia Militar de São Paulo, que passou enquanto andava com sua bicicleta na Avenida Paulista, na capital paulista. Édrian, que é negro, foi abordado, segundo os PMs, por estar “bem vestido” e com uma “bike boa”.

“Fui abordado por dois PM’s. Segundo eles, pessoas com ‘bikes boas e bem vestidas’ costumam assaltar na Paulista. Resultado: tive que provar que minha bicicleta e meu celular são meus. De tantos ciclistas brancos que passavam, eu fui o único abordado. Depois, chegaram mais 3 PMs”, contou o profissional de comunicação em seu Twitter.

No vídeo compartilhado, ele questiona sobre qual o motivo da abordagem, o policial responde que a motivação foi a boa condição de sua bicicleta e sua roupa. É possível ver outros ciclistas aparecem no vídeo sem serem abordados.

Leia também: PM’s acusados de pisar em pescoço de mulher negra são denunciados pelo Ministério Público Militar em SP

“A gente não pode andar mal vestido, não pode ter uma bicicleta ruim, que é abordado por isso. Mas, ao mesmo tempo, a gente não pode ter uma bicicleta boa, não pode andar bem vestido, que a gente logo vira suspeito”, declarou Édrian Santos em entrevista à Revista Fórum.

Ainda de acordo com Édrian, mesmo após ter mostrado o que tinha de documento, outros três policiais chegaram no local. O jornalista apresentou as notas fiscais do celular e da bicicleta, além do código IMEI do celular. O jornalista contou ainda que um dos policiais alegou que ele havia “se exaltado” e outro garantiu que a abordagem foi “normal”. No vídeo, é possível perceber que isso não ocorreu.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.