“Odeio o fato de que o assassinato do meu pai esteja na internet”, diz filho de George Floyd

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Nesta quarta-feira (14) dia em que George Floyd completaria 47 anos, seu filho, Quincy Floyd, disse à emissora britânica Sky News que não consegue parar de ver o vídeo que mostra o assassinato de seu pai.

Eu odeio o fato de que o assassinato do meu pai esteja na internet. É como se eu não conseguisse parar de ver o vídeo. Não vejo todo dia, mas estou sempre pensando nele“, disse o rapaz em entrevista.

Quando ele disse que não conseguia respirar… Ele chamou pela mamãe. É devastador. E eu tenho arrepios apenas pensando nisso“, contou Quincy.

As declarações de Quincy foram dadas em uma conversa entre o filho de Floyd e Neville Lawrence, pai de Stephen Lawrence, adolescente negro britânico morto em abril de 1993, aos 18 anos, vitima de racismo enquanto esperava um ônibus.

Neville contou a Quincy que até hoje ele ainda sente a mesma dor. “Cada vez que vou a um funeral, é como se estivesse enterrando Stephen de novo”, afirmou. “Não é fácil, mas você não pode desistir”.

O filho de Floyd também comentou o que sentiu no funeral de seu pai: “É como se conseguisse vê-lo respirando. Eu o beijei e queria dizer que as coisas iam ficar bem. Seu filho está aqui com você, sua família está aqui com você”, descreveu. “Você não foi embora em vão”.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.