MP pede habeas corpus para mãe acusada de roubar miojo, refrigerante e suco

APOIE O NOTÍCIA PRETA

O Ministério Público de São Paulo (MP-SP) reviu o caso da mãe que foi presa em 29 de setembro, ao furtar itens alimentícios em um supermercado da Vila Mariana, na Zona Sul de São Paulo. O MP ingressou com um novo pedido de habeas corpus pedindo a liberdade da mulher. A Defensoria Pública já tinha feito um pedido, que foi negado pelo Tribunal de Justiça de SP.

Mãe de cinco filhos, a mulher foi presa pela Polícia Militar ao furtar uma Coca-Cola de 600 ml, dois pacotes de macarrão instantâneo e um pacote de suco em pó. O valor total dos itens furtados é de R$ 21,69.

A iniciativa foi da promotora Celeste Leite dos Santos, responsável pela denúncia da mulher à Justiça. Segundo a advogada da promotora, já foi impetrado o Habeas Corpus junto ao plantão judicial e também foi elaborado pedido de liberdade provisória ao juízo da custódia com requerimento de soltura da denunciada.

A alegação é a de que a acusada precisa ser solta para fazer tratamento médico ambulatorial, já que é dependente química. Até a última atualização desta reportagem, o plantão judiciário não havia analisado o pedido de soltura.

Além da liberdade, a promotora pede que a mulher seja incluída em programas sociais como o Renda Mínima, o Vale Gás e o CadÚnico do governo federal, por onde é pago o Bolsa Família.

APOIO-SITE-PICPAY

1 Comment

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.