Menina de 12 anos é vítima de racismo durante consulta em UPA em SP

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Após ofender com frases racistas uma menina de 12 anos, uma médica da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Central de Santos, no litoral de São Paulo, foi demitida. O caso aconteceu, na última terça-feira (26). Segundo a mãe da criança a médica disse à criança: “Cuide dos seus dentes porque mulata tem isso de bom”.

A mãe da menina, a gerente comercial Michele Lima, de 36 anos, disse em entrevista ao portal G1 que a médica já tinha se referido aos pacientes que reclamavam da demora de atendimento como ‘galinhada’.

De acordo com a mãe da menina, médica fez comentário racista durante atendimento a sua filha em Santos, SP — Foto: Arquivo pessoal

No consultório a médica perguntou o que a menina tinha e não a examinou. A mãe da criança disse ter levado a filha ao hospital devido a feridas que ela sentia na boca. “Enquanto ela escrevia o nome da minha filha na ficha, ela chamou o pessoal que estava lá fora reclamando de ‘galinhada’. Eu falei, são pessoas e não galinhada, e ela disse que para ela parecia um monte de galinhas”, relatou Michele ao Portal G1.

A mãe afirma que a filha foi vítima de racismo, além de alegar um péssimo atendimento.

A Fundação do ABC, responsável pela administração da UPA, informa que esse foi apenas o segundo plantão da médica citada pela reportagem. A profissional foi chamada pela coordenação da UPA para prestar esclarecimentos sobre a demanda encaminhada pelo G1 e informou que os fatos não ocorreram conforme narrado pela paciente.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.