Maior franqueado negro do McDonald’s nos EUA processa rede de fast-food por racismo

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Herbert Washington, maior franqueado negro do McDonald’s nos Estados Unidos, apresentou uma ação judicial contra a rede de fast-food por racismo. O documento foi encaminhado na terça-feira (16) para o tribunal federal de Ohio, segundo informações da CNBC.

Washington alega que a companhia o direcionava para pontos menos lucrativos em bairros de baixa renda e predominantemente negros. Desde 1980 trabalhando com a franquia, ele alega que a rede sempre dificultou seu sucesso em relação a empresários brancos.

A denúncia do franqueado é a mesma que outros 52 proprietários de franquias do McDonald’s nos Estados Unidos fizeram no ano passado ao denunciarem a marca por discriminação. Na ocasião, o processo foi aberto no tribunal federal de Chicago e os empresários acusaram a empresa de vender aos proprietários negros, propositalmente, pontos mal localizados e de fraco movimento no interior dos estados de Nova York, Georgia e Texas, ao mesmo tempo em que privilegiou aos brancos as lojas de maior rentabilidade.

De acordo com a reportagem, o McDonald’s USA disse que está analisando a reclamação, mas que o resultado dos negócios faz parte de anos de má gestão por parte de Washington.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.