Ludmilla se oferece para pagar enterro de jovem assassinado pela PM no Rio

APOIE O NOTÍCIA PRETA

A cantora Ludmilla pediu ajuda aos seus seguidores no Twitter para encontrar a a família do jovem Samuel Vicente, de 17 anos, morto no último sábado numa ação da Polícia Militar em Anchieta, bairro da Zona Norte do Rio. Nesta segunda-feira (27), a artista fez uma série de posts sobre o assunto e se mostrou sensibilizada com o sofrimento da família do adolescente, que passa por dificuldades financeiras.

“Hoje cheguei em casa na hora do jantar, a tv tava ligada no jornal e começou a passar a história do Samuel Vicente. Eu perdi a fome e chorei com a covardia e sofrimento que a mãe desse menino está passando. O enterro dele já foi adiado por falta de verba e eu quero muito ajudar a mãe desse menino a dar um enterro digno pra ele, alguém pode me ajudar a achar a família do Samuel?”.

escreveu Ludmilla no Twitter

Horas depois, a cantora fez outra publicação, avisando que já estava conversando com a família de Samuel. “Galera, obrigada. Já estou em contato com a família”.

O rapaz e o padrasto dele, Willian Vasconcellos da Silva, de 38, que também foi atingido e morreu, serão sepultados nesta terça-feira, às 11h, no cemitério de Olinda, na baixada Fluminense.

Samuel e Willian levavam numa moto, guiada pelo padrasto, a namorada do estudante, Camily da Silva Polinário, de 18 anos, para ser atendida em uma UPA, quando foram alvejados por policiais. A jovem também ficou ferida, mas já deixou o hospital.

Os policiais disseram terem sido atacados, quando realizavam um patrulhamento na Rua Alcobaça e que revidaram. Além disso, afirmaram que um dos ocupantes da moto estava armado. Nesta segunda-feira, a corregedoria da Polícia Militar anunciou que instaurou um Inquérito Policial Militar (IPM) para investigar as duas mortes.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.