Lewis Hamilton vence GP da Estíria e protesta com punho cerrado contra racismo

APOIE O NOTÍCIA PRETA

O pódio não foi apenas um momento de celebração para Lewis Hamilton neste domingo (12) no GP da Estíria, o britânico aproveitou a vitória para protestar contra o racismo. Ao subir ao pódio o piloto fez o gesto do punho cerrado, uma referência ao movimento negro que lembra o da equipe americana de atletismo nos Jogos Olímpicos de 1968.

Neste anos, os atletas Tommie Smith and John Carlos, fizeram o gesto após ganhar respectivamente medalhas de ouro e de bronze nos 200m rasos. A ação foi em um momento crucial da luta por direitos civis para a comunidade negra nos Estados Unidos.

Neste domingo, Hamilton liderou a corrida e está a seis vitórias de empatar com Michael Schumacher. O alemão pode ser igualado também em número de títulos: sete a seis agora.

“O time fez um trabalho fantástico com a estratégia. Sou muito grato por voltar a vencer. Parece que faz um tempão desde a última vez. Foi uma grande evolução”, comemorou Hamilton.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.