Jovem corta cabelo, arrecada R$ 240 mil e doa valor para ajudar crianças com câncer

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Há seis anos o jovem norte-americano Kieran Moïse não cortava ou aparava seus cabelos. Mas aos 17 anos o rapz ingressou na Academia da Força Aérea dos Estados Unidos e não pode mais manter seu belo cabelo ‘black power’ devido as ordens do quartel. Foi então que ele te a ideia doar seu cabelo para uma instituição que fornece perucas gratuitas feitas de cabelo humano para crianças e jovens adultos que sofrem de queda de cabelo relacionada à quimio e radioterapia.

Kieran arrecadou US$ 45,7 mil (R$ 240 mil) através de uma vaquinha que fez para arrecadar dinheiro com seus cabelos.

“Meu filho sempre teve um grande coração”, disse Kelly Moïse, mãe do rapaz. “Ele estava decidido que, se tivesse que cortar o cabelo de qualquer maneira, deveria de alguma forma ajudar o maior número de pessoas possível.”

A mãe de Kieran explicou que o filho perdeu um amigo próximo para o câncer quando estava na oitava série, então ele decidiu que sua arrecadação de fundos beneficiaria duas causas.

Kelly Moïse corta o cabelo do filho e imprensa local acompanha

Leia também: Mulheres negras têm menos chances de sobrevivência ao câncer de mama do que brancas, aponta estudo

Kieran está agora na Academia da Força Aérea em Colorado Springs e, pela política militar, não tem permissão para se comunicar com o mundo exterior por mais um mês ou mais, disse sua mãe. Mas ela contou que o filho espera que sua história inspire outras pessoas a fazer o que ele fez depois de cortar o cabelo pela primeira vez em cerca de seis anos.

“Ele quer que as pessoas saibam que, se ele pode doar seu cabelo, todos podem”, disse Kelly Moïse. “Ele espera que todos sejam encorajados a ir lá e fazer seus próprios pequenos atos de bondade.”

As pessoas começaram a doar para o site da vaquinha, que começou em 29 de maio, alguns dias depois de sua formatura na New Century Technology High School, cerca de 100 pessoas foram presenciar o jovem cortando suas madeixas. “Vou perder parte da minha personalidade, mas também vou ganhar alguma coisa”, disse ele na ocasião aos repórteres que acompanharam o corte de cabelo.

“Fiquei muito emocionada quando ele raspou a cabeça de Kieran, mas também me senti muito orgulhosa”, disse a mãe do rapaz.

Depois que os cachos de Kieran foram cuidadosamente embrulhados e enviados para a instituição de caridade infantil em Michigan, os Moïses levaram seu filho para Colorado Springs e assistiram em lágrimas enquanto ele subia os degraus da frente da Academia.

“Ele vai fazer grandes coisas”, disse Kelly Moïse. “Eu não tenho dúvidas.”

APOIO-SITE-PICPAY

Thais Bernardes

Formada em jornalismo pelo Institut français de Presse-Université Panthéon-Assas, em Paris e com especialização em audiovisual pelo Institut Pratique de Journalisme (IPJ), também na França, Thais Bernardes é jornalista, assessora de imprensa e idealizadora do portal Notícia Preta, um site de jornalismo colaborativo. Antes de concluir seus estudos na Europa, Thais cursou Relações Públicas na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), onde ingressou através do sistema de cotas. Após atuar como produtora no canal de TV France 2, em Paris, foi repórter no Jornal Extra, na rádio BandNewsFM e coordenadora de Comunicação da Secretaria de Estado de Direitos Humanos do Rio. Em novembro de 2018 a jornalista decidiu criar o portal Notícia Preta como forma de combater, através do jornalismo, o racismo e as desigualdades sociais.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.