Jogadores do Paysandu sofrem racismo em abordagem policial

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Os atletas foram retirados do ônibus e revistados quando retornavam de um treino

Nesta semana, dois jogadores de futebol do clube paraense Paysandu foram vítimas de racismo, durante uma abordagem da Policia Militar, na cidade de Belém. Os atletas da categoria sub-23, Debu eGeorge Pitbull, voltavam de um treino, de ônibus, quando policias pararam o veículo ordenando que eles descessem para serem revistados.

A ação ocorreu após uma passageira acionar os agentes, alegando que havia dois homens “suspeitos”, no coletivo. Depois a inspeção, os jogadores foram liberados. Em entrevista ao jornal O Liberal GeorgePitbull comentou o episódio. 

“ É uma sensação de humilhação que te faz ficar com vergonha. As pessoas te olham diferente, pela aparência e pela cor”, desabafou o jogador.

O clube emitiu uma nota de repudio, questionando a ação.  

“Até quando a presença de jovens negros em um local público vai incomodar a sociedade? A vocês, George e Debu, toda a nossa solidariedade e dividimos esse sentimento de revolta com ambos. Eles receberam todo o suporte psicológico e jurídico do clube. Já chega de racismo! Basta! ”, diz um trecho da nota. 

Até o momento, a Policia Militar do Pará não se pronunciou.

APOIO-SITE-PICPAY

Louise Freire

Jornalista e apaixonada por livros. Concluiu sua graduação em 2016 e no mesmo ano estagiou em uma revista. Participou da produção de um programa da TV Brasil e trabalhou como produtora audiovisual.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.