Gerson, do Flamengo, denuncia injúria racial em jogo: “Cala a boca, negro”

APOIE O NOTÍCIA PRETA
Gerson acusa jogador do Bahia de injúria racial durante jogo deste domingo (Foto: Jorge Rodrigues / Agência Estado)

O Flamengo venceu o Bahia por 4 a 3, em partida ocorrida no Maracanã, válida pelo Campeonato Brasileiro, na noite deste domingo (20). Porém, o jogão de sete gols acabou sendo ofuscado por uma grave denúncia feita por Gerson, meio-campo da equipe carioca: o jogador denunciou que foi vítima de injúria racial enquanto a bola rolava no segundo tempo.

De acordo com Gerson, Índio Ramirez, colombiano que atua no meio-campo do Bahia, disse “cala a boca, negro”, durante uma discussão.

“Quando a gente tomou o segundo gol, o Bruno (Henrique) fingiu que ia chutar a bola, e ele (Ramirez) reclamou com o Bruno. Eu fui falar com ele, e ele disse: ‘cala a boca, negro’. Eu nunca falei nada disso, porque eu nunca sofri, mas isso aí eu não aceito. Eu nunca falei de treinador, mas o Mano, ele tem que respeitar. Eu vim falar aqui em nome de todos os negros do Brasil”, afirmou, em entrevista ao canal Premiere logo após o jogo.

No momento da discussão em campo, Mano Menezes, treinador da equipe baiana, se referiu às reclamações de Gerson como “malandragem”. Com ausência da torcida, os microfones da transmissão captaram perfeitamente o áudio onde o técnico fala: “eu conheço ele (Ramirez), ele não diria isso”.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.