Garçonete denuncia cliente por racismo em Anápolis: “preta feia”

APOIE O NOTÍCIA PRETA

A garçonete Kássia Morgana Rodrigues foi vítima de racismo em Anápolis, interior de Goiás. Tudo começou após um erro no pedido e a entrega do valor da conta para a cliente. De acordo com o boletim de ocorrência, a cliente chamou a garçonete de “inútil” e “preta feia”.

Insatisfeita com o valor da conta, cliente tem atitude racista, contra garçonete em Anápolis – Foto: reprodução TV Globo

Na última quarta-feira (3), a cliente ainda disse que Kássia não merecia trabalhar naquele local e que mandaria alguém demitir a garçonete. “Você tem que desamarrar esse coque horrível, você é negra. Você tem que desamarrar esse cabelo velho e feio seu. Você não merece estar aqui, não merece esse serviço, amanhã eu vou mandar ele te demitir”, contou a Kássia em entrevista ao Bom dia Goiás, da TV Globo.  

Após os xingamentos, a mulher foi instruída a sair do local. Porém, no último sábado (5), o pai da cliente foi ao bar fazer ameaças à garçonete, levantando a camisa e mostrando que estava armado. Kássia Morgana registrou um boletim de ocorrência sobre o fato e quer uma medida protetiva contra o pai da cliente que a ameaçou. Kássia vai prestar depoimento nesta segunda-feira (7) em uma delegacia de Anápolis. A cliente que fez insultos racistas e o pai que fez ameaças a garçonete também devem prestar depoimento.

No fim de maio, uma professora foi presa na Rio de Janeiro por ofender uma garçonete negra, também por conta de um erro na conta. A garçonete trocou as contas dos clientes, e entregou para a mulher um valor a mais. Assim que percebeu o equívoco foi até a cliente explicar o ocorrido e passar o valor correto, mas já era tarde. A cliente começou a chamar a funcionária de “preta suja”, “negra fedida”, “ladra”. Mesmo com vídeo registrando os ataques a mulher foi liberada, após pagar fiança.

APOIO-SITE-PICPAY

Fernanda De Souza

Graduada em jornalismo pela Centro Universitário Uni-BH, com 7 anos de experiência com Monitoramento de Notícia (Clipping Eletrônico). Atuação na elaboração de análises quantitativas e qualitativas que atende as necessidades da assessoria de comunicação.Vivência com produção e reportagem para revista, na área cultural.

1 Comment

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.