FLUP 2019 destaca o feminismo negro e celebra a poesia falada. Evento começa nesta quarta-feira

APOIE O NOTÍCIA PRETA

O Museu de Arte do Rio – MAR é a casa da 8ª edição da Festa Literária das Periferias (FLUP), que começa nesta quarta-feira, 16, e vai até domingo. Nesta edição, o evento lança luz sobre o feminismo negro e a poesia falada, dois movimentos que redesenharam a produção cultural do país neste século. As mesas abertas ao público contarão com grandes nomes da literatura e de movimentos mundiais, como Funmilola Fagbamila (uma das criadoras do Black Lives Matter ) e a francesa Audrey Pulvar, uma das maiores referências no tema do momento: conflitos socioambientais.

Em 2019, o homenageado da FLUP será o poeta pernambucano Solano Trindade, pioneiro na arte “assumidamente negra” no Brasil, cuja poesia e biografia foram marcadas pela valorização da cultura africana no Brasil. Artista múltiplo, Trindade foi responsável pelo I Congresso Afro-Brasileiro, realizado em 1934 no Recife, e pela fundação da Frente Negra Pernambucana e do Centro Cultural Afro-Brasileiro. O Teatro Folclórico Brasileiro, criado em 1944, também teve suas digitais.

“Homenagear Solano Trindade, o poeta da negritude, do engajamento, da arte popular e da migração, só teria sentido no Brasil de hoje se propuséssemos um diálogo com todas as camadas de significado de sua obra. Em termos de programação, tentamos traduzir sua noção de vanguarda convidando mulheres negras das mais diversas partes do mundo e do Brasil, na medida em que entendemos que, quando uma mulher negra se move, todas as estruturas se abalam, principalmente na cidade que assassinou Marielle Franco. Nossa curadoria também se pautou pelo fato de que Solano era um artista múltiplo, que ora recorria à poesia, ora ao teatro, ora às artes plásticas, sempre usando o fazer artístico para tornar esse mundo um lugar melhor para nossos filhos. Daí uma programação que foi muito além de um festival literário, namorando com o slam, a performance, a música e as artes plásticas”, destaca Julio Ludemir, um dos fundadores da FLUP.

Serviço:
Festa Literária das Periferias (FLUP) 2019
Data: 16 a 20 de outubro
Endereço: Museu de Arte do Rio (MAR) – Praça Mauá, Centro, Rio de Janeiro
Horário: das 14h às 23h30 (quarta, quinta e sexta) e das 10h às 23h30 (sábado e domingo)
Entrada: Grátis
Para mais informações, visite o site da FLUP: http://flup.net.br/
Facebook: https://www.facebook.com/FlupRJ/

APOIO-SITE-PICPAY

Lídia Michelle Azevedo

Formada em Comunicação Social - Jornalismo pela UFRJ, em 2009, já passou pelas redações do Jornal dos Sports, Assessoria de Imprensa do IBDD (Instituto Brasileiro dos Direitos da Pessoa com Deficiencia) Revista Ferroviária, Expresso, Extra, Canal A e atualmente está na assessoria de comunicação da Fundação Cecierj.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.