Em meio a pandemia da Covid-19, novo surto de Ebola é registrado na República Democrática do Congo

APOIE O NOTÍCIA PRETA

A República Democrática do Congo informou na segunda-feira (1°), que há uma nova epidemia de Ebola em Mbandaka, cidade da província do Équateur, situado no noroeste do país. De acordo com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), cinco pessoas já morreram, incluindo um adolescente de 15 anos, e 6 casos da doença foram detectados.

No Congo, a população vive em meio a pandemia e o novo surto de Ebola. Foto: Olivia Acland/ Agência Reuters

A Organização Mundial da Saúde (OMS) alerta que é provável que mais pessoas sejam identificadas com a doença à medida que as atividades de vigilância aumentam. Enquanto isso, o décimo surto de ebola ainda está em curso, em sua fase final, no leste do país. Iniciado em agosto de 2018, esse surto já matou 2,3 mil pessoas.

No entanto, desde o ano passado já existe vacina contra o vírus ebola, que se manifesta com frequência no país africano e é altamente contagioso. Em coletiva de imprensa, o ministro da saúde do país, Eteni Longondo, informou que já enviou as doses para as localidades onde foram registrados novos casos.

O coronavírus, que ainda não possui vacina, atingiu a República Democrática do Congo no início de março com casos importados. Estima-se que 3.195 pessoas foram infectadas pelo vírus e que ele tenha matado 72 congoleses, segundo levantamento da Universidade Johns Hopkins.

Uma das formas de prevenção da Covid-19, é lavar as mãos, no entanto no país menos da metade da população têm acesso à água potável no país (69% nas áreas urbanas, 23% nas áreas rurais) e apenas 20% têm acesso ao saneamento básico, segundo o Banco Mundial.

Vale destacar que o risco de contrair o vírus  de acordo com a OMS está apenas no país afetado e em países que fazem fronteira com a República Democrática do Congo. A infecção pelo vírus ebola ocasiona os seguintes sintomas: febre, cefaleia, fraqueza,diarreia, vômitos, dor abdominal, inapetência, odinofagia e manifestações hemorrágicas.

Além disso, o país ainda enfrenta uma epidemia de sarampo, mesmo já existindo vacina contra o vírus.

APOIO-SITE-PICPAY

Aila Omowale

Mulher negra em movimento, estudante de jornalismo e nordestina. Sonho que jornais como o Notícia Preta se multipliquem para que o nosso povo tenha informação antirracista e de qualidade como direito em suas vidas.

3 Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.