Chuvas na Bahia e em Minas deixam rastro de 12 mortes e 9 mil desabrigados

APOIE O NOTÍCIA PRETA

As fortes chuvas dos últimos dias na Bahia e no Norte de Minas Gerais já deixaram 12 mortos e mais de 9 mil pessoas desabrigadas em 59 cidades nos dois estados. Ao todo, foram 10 óbitos na Bahia e dois em Minas. 

As chuvas derrubaram pontes em Minas – Foto: Isac Nóbrega/PR

Rios das duas localidades transbordaram, pontes foram destruídas, estradas afundaram e a água invadiu centenas de casas. De domingo (12) até segunda-feira (13), o número de desabrigados aumentou vertiginosamente, de 3.872 para 9.565 pessoas tiveram que deixar suas casas, segundo a Defesa Civil de Minas Gerais

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), não há previsão de chuvas fortes nas duas regiões nos próximos dias. No entanto, algumas outras regiões, tanto da Bahia quanto de Minas podem ter novos temporais. Ainda segundo o Inmet, o alto índice pluviométrico se dá devido a um ciclone extratropical. No Sul da Bahia, as chuvas chegaram a 450 mm de água nos últimos dias. 

Medidas

Em Minas, o governo do Estado liberou cerca de R$ 5 milhões para as prefeituras das cidades atingidas pelas chuvas para a reconstrução de vias e apoio às pessoas desabrigadas. Já na Bahia, o Executivo enviou um Projeto de Lei para a Assembleia Legislativa para estabelecer uma tarifa social da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), neste mês, para todos os imóveis das ruas que foram alagadas, sejam eles residenciais ou empresariais. 

Leia também: Fortes chuvas no sul da Bahia deixam quase 4 mil desabrigados

Além disso, a Caixa Econômica Federal (CEF) também liberou o saque do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para os moradores da região, após a formalização do estado de calamidade pelos governos mineiro e baiano.

APOIO-SITE-PICPAY

1 Comment

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.