Bilionário doa US$34 milhões para quitar dívidas de estudantes negros no EUA

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Em maio deste ano, o bilionário norte americano Robert F. Smith prometeu que doaria US$ 34 milhões (cerca de R$141,2 milhões) para pagar dívidas de estudantes graduandos em 2019 na Morehouse College, universidade privada historicamente frequentada por negros, em Atlanta, nos Estados Unidos. Mais de 400 alunos serão beneficiados, assim como seus pais, que terão suas dívidas quitadas com a doação de Smith.

Foto: Reprodução

Smith é apontado como o negro mais rico dos Estados Unidos. Ele é fundador do Vista Equity Partners, um fundo de investimentos, e segundo a revista Forbes, tem uma fortuna estimada em US$ 5 bilhões (mais de R$ 20 bilhões). Segundo informações do The New York Times, Robert F. Smith, cresceu numa família com pai e mãe doutores em educação, num bairro negro de classe média da cidade de Denver, no estado do Colorado.
Smith não era muito conhecido da mídia.  Seu nome veio à tona em 2016, quando fez uma doação de US$ 20 milhões ao Museu Nacional de História e Cultura Afro- Americana em Washington, a segunda maior doação para o museu, pois a primeira havia sido da apresentadora Oprah Winfrey que doou US$ 21 milhões.
Depois do ato de Smith, outras pessoas entraram em contato com a universidade para fazer doações e custear as dívidas dos estudantes. “Inspirou outras pessoas a entrar em contato conosco para ver se poderiam fazer parte e ajudar a reduzir as dívidas”, declarou o presidente da instituição David A. Thomas para a CNN

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Thais Bernardes

Formada em jornalismo pelo Institut français de Presse-Université Panthéon-Assas, em Paris e pelo Institut Pratique de Journalisme (IPJ), também na França, Thais Bernardes é jornalista, fundadora e CEO do portal Notícia Preta e podcaster do Canal Futura. Antes de concluir seus estudos na Europa, Thais cursou Relações Públicas na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), onde ingressou através do sistema de cotas. Após atuar como produtora no canal de TV France 2, em Paris, foi repórter no Jornal Extra, na rádio BandNewsFM e coordenadora de Comunicação da Secretaria de Estado de Direitos Humanos do Rio. Em novembro de 2018 a jornalista decidiu criar o portal Notícia Preta como forma de combater, através do jornalismo, o racismo e as desigualdades sociais.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.