Bahia é o estado com maior número absoluto de pessoas em condição de extrema pobreza, revela pesquisa

APOIE O NOTÍCIA PRETA
Foto: Agência Brasil

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revelam que a Bahia é o estado brasileiro com maior quantidade de pessoas em situação de pobreza extrema. Segundo o levantamento realizado em 2019, 12,5% dos baianos se encontram abaixo da linha de extrema pobreza, tendo renda domiciliar per capita menor que R$ 148. Os dados foram divulgados no dia 10 de novembro.

O estudo ainda apontou que o estado também ocupa o 2ª lugar no índice de pobreza, 40,4% dos habitantes sobrevivem com renda domiciliar inferior a R$ 428. Na capital, Salvador, entre 2018 e 2019, o número de extremamente pobres aumentou de 124 mil para 140 mil, somando 4,9% dos soteropolitanos. 

No cenário nacional, os dados revelam que 24,7% dos brasileiros vivem abaixo da linha da pobreza. Mostrando uma pequena redução comparado a 2018, quando o percentual era de 25,3%. Os estados com menores índices de cidadãos na linha da pobreza foram Santa Catarina (7,5%), Rio Grande do Sul (11,1%)   e Distrito Federal (11,2%).  Segundo o instituto, não há uma linha oficial de pobreza no Brasil, o estudo se baseia nos indicadores do Banco Mundial. 

Em 2019, o IBGE divulgou que os negros somavam 75,2% dentre os brasileiros que viviam com a menor renda per capita do país.  Enquanto os brancos totalizavam 23,7%. Essa parcela mais carente da população vive em condições precárias, sem a garantia até mesmo dos direitos básicos, como os serviços de saneamento, alimentação, educação e saúde.

APOIO-SITE-PICPAY

Louise Freire

Jornalista e apaixonada por livros. Concluiu sua graduação em 2016 e no mesmo ano estagiou em uma revista. Participou da produção de um programa da TV Brasil e trabalhou como produtora audiovisual.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.