Após ser acusada de furto, mulher desmaia e fratura o pé em loja de Salvador

APOIE O NOTÍCIA PRETA

A recepcionista Fernanda Santos, foi acusada de furto por um segurança da loja de roupas Renner, no Shopping Bela Vista, em Salvador. O trabalhador da empresa afirmou que ela estava com uma outra mulher, também negra, que havia tentado furtar itens. Diante da acusação e da situação, ela teve um pico de pressão, desmaiou na loja e fraturou o pé.

Fernanda foi acusada de furtar itens na Renner do Shopping Boa Vista – Foto: Arquivo Pessoal

O caso aconteceu na tarde da última sexta-feira (20), Fernanda estava sozinha no Shopping, e não conhecia ou estava com outra mulher, como disse o segurança da Renner. Segundo a recepcionista, o homem começou a lhe observar desde quando entrou na loja. Pouco tempo depois, ela viu o homem expulsar uma mulher por furto. Quando Fernanda estava de saída, um outro funcionário da loja foi até ela, a abordou em tom grosseiro, e disse que devia “ficar parada onde estava porque estava roubando a loja junto com uma outra senhora”.

Fernanda disse que não sairia da loja até ver as imagens de câmeras de segurança e seguiu o homem, mas ele entrou em um local reservado. Ela então disse aos trabalhadores da loja que precisava falar com a gerente ou com um segurança que tinha entrado no local.

Alguns minutos depois, ela conta que conseguiu conversar com o responsável da filial. No meio do diálogo, a recepcionista passou mal e desmaiou. A mulher foi informada pela gerente da loja que o segurança foi demitido.

De acordo com a Polícia Civil da Bahia (PCBA), através da 11ª Delegacia Territorial (DT)/Tancredo Neves, responsável pela investigação, a vítima, o segurança e outros funcionários da loja devem prestar depoimento na PCBA.

Leia também: “Está muito arriscado viver na luta”, diz Jurema Werneck sobre o ativismo no Brasil

Em nota, a Lojas Renner afirmou que realizou apuração imediata e após verificar as imagens captadas pelo circuito interno de TV e analisar os fatos, não encontrou evidências das acusações relatadas. A empresa informou que prestou toda a assistência necessária à cliente, lamentou a situação e reforçou o comprometimento com a promoção da igualdade racial, além de cooperar com a investigação policial.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.