A 9ª edição da Semana da África na UFRGS, abordará saúde e saberes dos povos africanos

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Nesta terça-feira (25) inicia a 9ª Semana da África, evento organizado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), com inscrições abertas para todos os públicos. O evento, realizado desde 2013, tem o intuito de trazer e dialogar perspectivas e saberes diversos dos povos do continente africano. 

O evento está agendado para iniciar a partir das 8 horas do dia 25 de maio, em que é marcado pelo Dia da África, sendo finalizado na sexta-feira (28) e será realizado on line em decorrência da pandemia do novo Coronavírus. 

Para este ano, o tema central das palestras, atividades e trabalhos acadêmicos é “Saúde e saberes em contextos Africanos”, que contará com discussões sobre o atual colapso sanitário, trazendo os aspectos de como a África vem enfrentando este momento. Além disso, serão debatidos meios em que a cultura tradicional africana e diáspora lidam com a saúde e a doença, o equilíbrio físico e espiritual e a cura.

Leia também: Amazon pretende instalar sede em território sagrado na África do Sul

Para a primeira apresentação, serão abordados os “Saberes da nossa cultura”, palestra que será realizada por Berenice Ngioyele Matusadila, congolesa, Nutricionista Clínica, residente em Porto Alegre(RS) e apresentará o tema: “Dom de cura e conhecimentos ancestrais da minha avó Misukidi Antoinette”. Para este período do dia, também contará com a presença de Abiodun Kazeem Fashola e Sadine Raquel Correia. Abiodun, que é nigeriano, radicado há 15 anos no Brasil, técnico em nutrição, acadêmico em Serviço Social e Chef responsável na Delícia de Atelier Ltda., ele será responsável por apresentar a palestra “Carta a meu filho Taofik Temitayo Fashola”, já Sadine, apresentará “Os ensinamentos de dona Luluxa para a sua filha Raquel”. Sadine, é natural de Cabo Verde e mora no Brasil há oito anos, é graduanda em sociologia e trabalha com moda.

Até o dia 28 de maio, o evento contará com mais sete subtemáticas como: “Abla Pokou, a origem do povo Baulê” e “Representações da saúde e da doença na Costa do Marfim (África do Oeste)”. As palestras e apresentações variam entre os horários da manhã, tarde e noite desses quatro dias de evento e para mais informações sobre a Semana, clique aqui.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.