Bolsonaro altera de uma só vez comando de seis ministérios

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Em menos de 24 horas o presidente Jair Bolsonaro fez seis mudanças em alguns dos seus principais ministérios. Esse movimento demonstra uma maior aproximação com o chamado Centrão, um bloco informal na Câmara dos Deputados que reúne partidos de centro e centro-direita, que, dependendo da matéria, se articulam para votar da mesma maneira sobre determinado projeto.

Logo após o pedido de demissão do pressionado Ernesto Araújo das Relações Exteriores, o general Fernando Azevedo e Silva deixa a pasta da Defesa após discordâncias com o presidente. Bolsonaro ainda demitiu o advogado-geral da União, José Levi. Com isso, o Planalto promoveu uma dança das cadeiras para ocupar os ministérios. 

seis ministérios
Bolsonaro altera seis Ministérios

Leia também: Nordestinos e pretos são os que mais rejeitam Governo Bolsonaro, segundo DataFolha

Em nota, a Presidência da República informou que as seguintes nomeações serão publicadas no Diário Oficial:

• Casa Civil da Presidência da República: General Luiz Eduardo Ramos Baptista Pereira;
• Ministério da Justiça e Segurança Púbica: Delegado da Polícia Federal Anderson Gustavo Torres;
• Ministério da Defesa: General Walter Souza Braga Netto;
• Ministério das Relações Exteriores: Embaixador Carlos Alberto Franco França;
• Secretaria de Governo da Presidência da República: Deputada Federal Flávia Arruda;
• Advocacia-Geral da União: André Luiz de Almeida Mendonça.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.