“Preto, macaco, chimpanzé”: mulher é filmada ofendendo homem em São Paulo

APOIE O NOTÍCIA PRETA

“É preto, macaco, e aí? Preto, macaco, chimpanzé. Posta que eu vou te processar e pegar dinheiro. Xingo o quanto quiser, tenho carta branca. Preto, macaco, chimpanzé, orangotango. Vai, posta” Essas foram as ofensas racistas feitas por uma mulher, na tarde de sábado (12), a Leandro Antônio Eusdacio Xavier, no bairro Jabaquara, na Zona Sul de São Paulo 

Leandro tinha ido buscar o filho na casa da ex-esposa, quando se deparou com uma mulher expressando todo o seu racismo contra as pessoas na rua, ele então resolveu filmar a situação, imaginando que assim ela parasse.  

Porém, ela resolveu atacar Leandro dizendo para ele postar o vídeo, pois assim ela o processava e “pegaria dinheiro”. “Sai fedido, fedorento, sai lixo. Preto, macaco, chimpanzé, orangotango. Filmar sem autorização eu pego dinheiro”. Diz a mulher.

Em entrevista ao G1, Leandro comentou que ainda não conseguiu assistir o vídeo. “Eu não consegui ver o vídeo até hoje. Não dormi direito, fiquei pensando nisso. O que mais me dói é que meu filho estava comigo. Ele é um moleque sossegado, talvez seja só uma preocupação minha, mas não sei como fica a cabeça dele. Depois conversei com ele e disse que o pai tomaria uma providência”, relatou Leandro.

O caso foi registrado como injúria racial pela 35ª DP, mas é investigado pela 97ª DP Americanópolis. Em uma rede social internautas dizem que a mulher tem problemas psiquiátricos e que ofende todo mundo que passa. “Estudei na mesma escola e ela tem problemas psiquiátricos, que foi se agravando com o tempo. Ela precisa é de apoio e tratamento, mas parece que a família é desestruturada”, Comenta uma internauta. A mulher ainda não foi localizada pela polícia.  

APOIO-SITE-PICPAY

Fernanda De Souza

Graduada em jornalismo pela Centro Universitário Uni-BH, com 7 anos de experiência com Monitoramento de Notícia (Clipping Eletrônico). Atuação na elaboração de análises quantitativas e qualitativas que atende as necessidades da assessoria de comunicação.Vivência com produção e reportagem para revista, na área cultural.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.