Porta voz do MBL em BH é detido depois de agredir cozinheira e chamá-la de “crioula”

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Suspeito de agredir uma cozinheira na na noite do último sábado (9), o porta voz do MBL (Movimento Brasil Livre) em Belo Horizonte, Thiago Dayrell, foi detido por policiais militares, suspeito de agredir uma das cozinheiras de um restaurante, no bairro Funcionários, região Centro Sul da capital mineira. 

Thiago Dayrell alega que apenas se defendeu – Foto: Redes Sociais/Google Street View

Funcionários do Takos Mexican Gastrobar relataram que o rapaz também chamou a vítima de “criola”. A confusão teria se iniciado no momento em que Thiago pagava a conta e que ele reclamou do atendimento na hora de pagar a conta e solicitaram que ele abaixasse o tom de voz. Ainda segundo um dos funcionários, nesse momento ele teria jogado o cartão bancário e disse “cobra essa porra logo”. Neste momento, uma das cozinheiras se aproximou e pediu calma. Ainda de acordo com um dos colaboradores do estabelecimento, ao ouvir a mulher pedindo calma, o porta voz do MBL a ofendeu. “Não coloca a mão em mim, sua criola”.

Para a cozinheira Eliana da Silva, é quase inacreditável que isso tenha acontecido. “Estou com o meu emocional abalado. Em pleno 2020 ter que passar por isso? Não tenho palavras para descrever”. É uma dor na alma que eu vou carregar pelo resto na vida”, declarou. 

De acordo com os policiais que atenderam a ocorrência, Thiago Dayrell alegou que “apenas se defendeu”. Ele foi levado para a Central de Flagrantes 2, foi ouvido pelo delegado de plantão e responderá, no mínimo, por vias de fato. 

APOIO-SITE-PICPAY

Igor Rocha

Igor Rocha é jornalista, nascido e criado no Cantinho do Céu, com ampla experiência em assessoria de comunicação e escritor nas horas vagas. Editor e coordenador regional do Notícia Preta

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.