Ícone do site Notícia Preta

Globo é emissora que mais recebe verba do governo Bolsonaro, aponta pesquisa

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Depois do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ameaçar não renovar a concessão da Rede Globo no próximo ano, a emissora líder de audiência volta a liderar o recebimento de verbas de publicidade estatal federal, segundo um levantamento realizado pelo site Poder 360. 

Em 2021, a Globo recebeu R$ 19,5 milhões – Arte: Poder360

O estudo mostra que, entre os anos de 2019 e 2020, a Rede Record foi a mais beneficiada com os investimentos federais, seguida pelo SBT e, em terceiro lugar, a Rede Globo. Neste período, a Record recebeu R$ 58,8 milhões, o SBT, R$ 53,5 milhões e a Globo R$ 47,2 milhões. 

Em junho de 2020, o Tribunal de Contas da União obrigou o Ministério das Comunicações a seguir uma determinação que acusa assimetria na distribuição das verbas, uma vez que a emissora da família Marinho é líder de audiência, além de Record e SBT serem aliadas do governo Bolsonaro. Desta forma, somente em 2021, a Globo recebeu R $19,5 milhões, a Record, R $17,1 milhões e o SBT, R $16,5 milhões. 

Leia também: Autor de ‘Babilônia’ e ‘Lado a Lado’ acusa Globo de racismo: “Faz dela a preta burra”

O levantamento do Poder360 só teve acesso aos dados programados pela Secretaria de Comunicação (Secom) e não ao investimento total, quando se inclui outras empresas da administração indireta, como Petrobrás, bancos públicos e pagamentos dos Ministérios em campanhas próprias. 

Audiência e investimentos

Quando comparados os índices de audiência, a Globo está disparada na liderança com 31%, seguida pela Record, que obtém 12% e o SBT, com 10%. No entanto, o investimento era desproporcional até junho de 2020. Mesmo com ampla vantagem na audiência, a rede Globo recebeu 10% de investimentos do total, enquanto Record teve 12% e o SBT, com a menor audiência das três emissoras, recebeu 11% de verbas, percentual acima até da sua audiência. Esses números querem dizer que, a cada 100 televisores no Brasil, 31 estavam ligados na TV Globo. 

Record e SBT receberam mais verbas, mesmo com audiências menores – Arte: Poder360
Sair da versão mobile