Candidatos cotistas são barrados em concurso da Defensoria Pública de Sergipe

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Cerca de 20 pessoas foram barradas e não puderam realizar a prova da Defensoria Pública de Sergipe na condição de cotista. A denúncia foi realizada no último domingo (10), pelos próprios candidatos, que disseram que foram convocados, mas que estariam fora do certame.

Representantes da Defensoria Pública não foram falar com os cotistas – Foto: Divulgação/Defensoria Púbica

De acordo com Niully Campos, uma das candidatas do concurso, uma falha no edital causou a não realização da prova por parte dos cotistas. Devido a isso, o grupo entrou com uma liminar para a realização do exame. Ainda segundo ela, os candidatos foram convocados, mas uma decisão judicial, que só foi informada ao chegarem no local, suspendeu a aplicação da prova para o grupo.

Leia também: Brasileiros denunciam xenofobia e racismo em universidade portuguesa 

“Não fomos informados sobre o que havia acontecido e muitos candidatos viajaram de outros estados para fazer a prova e foram surpreendidos”, afirmou em entrevista ao G1. Maikon Conceição viajou às pressas do Rio de Janeiro até Sergipe para a realização do exame e também não conseguiu fazer a prova. “Sou do Rio de Janeiro e fui convocado na sexta-feira à tarde e larguei tudo para vir para cá”, desabafou.

Niully disse ainda que a Polícia Militar foi acionada por que eles estavam no local e que, em nenhum momento, a empresa responsável pelo certame ou representantes da Defensoria Púbica foram falar com o grupo. Ela disse ainda que o grupo vai entrar com uma ação pedindo a anulação da prova aplicada no final de semana.

Em nota, a Defensoria Pública de Sergipe disse que respeita o edital e a decisão judicial em relação ao certame, além de lamentar o ocorrido com os candidatos. A nota diz ainda que a Defensoria se solidaria com os candidatos que não puderam realizar a prova no último domingo. “O direito dos candidatos cotistas está sendo devidamente resguardado, pois lhes será garantida a opção, após a aprovação no certame, pela posição na lista de ampla concorrência ou pela posição na lista reservada”, disse a nota.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.