Atos contra o racismo e a favor da democracia mobilizam brasileiros

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Aos gritos de “Vidas Negras Importam” e “Fora Bolsonaro”, manifestantes se reuniram no Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília, Bahia e outros estados.

Manifestação “Vidas Negras Importam” se espalharam por todo o Brasil. Foto: Ricardo Stuckert

Manifestantes se reuniram na tarde deste domingo (7) em um ato unificado contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), contra o racismo e o fascismo e a favor da democracia em várias cidades ao redor do Brasil. Com horários distintos para começar, as manifestações foram marcadas por gritos de ordem, pedidos de justiça pelas vidas negras perdidas e a presença de radicais e da Policia Militar.

Apesar de estarmos em uma pandemia, isso não impediu a reunião de manifestantes de ambos os lados. Além dos atos contra, em algumas capitais também registraram a presença de apoiadores do atual presidente, Jair Bolsonaro, que também estavam fazendo um protesto. Os atos aconteceram no Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília, Bahia, Ceará, Rio Grande do Sul, Goiás, Pará, dentre outros estados.

Rio de Janeiro

No Rio de Janeiro, tiveram dois atos. Um pela manhã, na Orla de Copacabana e um segundo realizando durante a tarde ato no Centro da capital, que o Notícia Preta acompanhou através das redes sociais.

O que aconteceu pela manhã foi marcado por apoiadores do governo. Trajando roupas nas cores verde e amarela e bandeiras do Brasil, o grupo ficou predominantemente na Orla e se dispersou por volta do meio dia.

Durante a tarde, manifestantes contra o racismo e ao governo Bolsonaro se reuniram em frente ao monumento de Zumbi dos Palmares e foi até a Candelária, onde permaneceu até se dispersarem. Nas redes sociais, ativistas relataram o grande número de militares e até a presença de um carro-tanque para monitorar a manifestação.  

Entre os manifestantes, haviam membros de torcidas organizadas antifascistas compostas por pessoas com cartazes lembrando casos de violência policial, como a morte do menino João Pedro pela polícia carioca, o assassinato da vereadora Marielle Franco, e entre outros.

São Paulo

Em São Paulo, os manifestantes se encontram em frente no Largo da Batata, em Pinheiros, Zona Oeste da capital paulista.

Convocado por movimentos negros, torcidas organizadas dos quatro grandes clubes de São Paulo e por movimentos sociais, o ato estava marcado para iniciar às 14 horas e seguiu para Pinheiros. Diferente das cenas vistas na Avenida Paulista, no domingo (31). A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo convocou 4 mil policiais para a acompanhar a manifestação e impedir que houvesse encontro com os manifestantes a favor do governo que insistem em marcar as reuniões no mesmo ponto de encontro e horário dos manifestantes que se opõe ao governo.

O grupo pediu justiça pelas vidas negras perdidas como o menino Miguel, de 5 anos, que morreu após cair do 9º andar de um prédio de luxo no Centro do Recife na última terça-feira (2) e pela saída de Bolsonaro da presidência.

Brasília

Local de um dos grandes radicais a favor do presidente Jair Bolsonaro, a tarde de domingo foi marcada pela presença de ambas as partes na Esplanada dos Ministérios. O ato contra o racismo, ao governo e ao fascismo se uniu a outros protestos nacionais.

O grupo se reuniu na Biblioteca Nacional, pela parte da manhã e seguiram até a Alameda das Bandeiras.  A Polícia Militar do Distrito Federal fez um cordão de isolamento para impedir o encontro o grupo a favor do governo.

Na tarde desse domingo (07), manifestantes se reuniram na Praça Cívica para protestarem contra o racismo e a favor da democracia, em Goiânia, capital de Goiás. Com cartazes, megafones e faixas, o ato unificado chamado “Goiânia Antifa” foi do ponto de encontro em frente a sede do governo goiano até a Praça Universitária exigindo justiças sobre as vidas negras mortas e a saída de Bolsonaro.

A partir das 15 horas, horário marcado pelos organizadores, líderes de movimentos como o Unidade Popular iniciaram discursos apontando suas indignações e enquanto puxavam gritos como “Fora Bolsonaro” e “Vidas Negras Importam”. Além de ativistas negros, o ato também contou com a presença de apoiadores e torcidas organizadas pertencentes a times de futebol e atléticas acadêmicas.

A Polícia Militar também marcou presença na manifestação com cavalos, viaturas e muito bem armados. Segundo relatos de manifestantes presentes, houve revistas e enquadramentos e até um helicóptero foi colocado na área para realizar a segurança.  

A iniciativa surgiu inspirada pelos atos que estão acontecendo nos Estados Unidos, Rio de Janeiro e São Paulo. Nas redes sociais, o movimento convidou os manifestantes a relembrarem a necessidade de realizarem o ato. Relembraram a morte do menino João Pedro, o caso Amarildo e o assassinato da vereadora Marielle Franco.

“A manifestação é em prol da vida dos pretos que estão sendo assassinatos pela sua cor. A manifestação é em prol das vidas brasileiras que estão sofrendo as consequências de uma pandemia no escuro. Amarildo, Marielle, queremos justiça! ”, relatou os organizadores em suas redes sociais.

Cuidados durante a pandemia

Apesar da aglomeração, os manifestantes não deixaram de lado os cuidados para com o Coronavírus. Nas redes sociais, os organizadores relembraram a utilização de máscara, álcool em gel e o distanciamento mínimo entre pessoas. Brasil consta em terceiro lugar com números de mais mortos pelo COVID-19.

O Ato

A última semana foi de protestos. A morte do americano George Floyd, morto no dia 25 de maio em uma ação da polícia em Minnesota, nos Estados Unidos, funcionou como um estopim para os norte-americanos cansados da violência militar contra os negros irem para as ruas. Em meio uma pandemia, há quase duas semanas o País vem registrando diversas manifestações antirracistas em suas capitais cujo as imagens repercutiram pelo mundo. Incluindo no Brasil.

APOIO-SITE-PICPAY

Gabriella Reis

Jornalista, escritora e web-redatora. "Se ninguém te escuta, escreva!"

3 Comments

  • Alesandra Santos

    (09/06/2020 - 09:28)

    Parem de acreditar na lavagem cerebral da mentira branca de 500 anos no Brasil. O Brasil por seculos agem deshonestamente e numca deu avanco no importante item contra corrupcao, suborno etc. Todos sabem e pediram desde de o fim da ditadura; total transparencia e punicao de culpados, cumplices, omissos e responsaveis; por crimes. Dê o bom exemplo para você,sua sociedade e parem de ser uma vergonha para mundo. Entenda o que acontece no Brasil. Mude o destino do Brasil. Porque o Brasil é preto, tem mais de 60% da população preta e que é mais pobre e mais segregado per capita per população. Sendo que o Brasil é sustentado, alimentado e tudo que move e consome e tem impostos pagos no Brasil é majoritariamente por pretos(as) e ainda assim, o Brasil é segregado, racializado, eugenizado e genocidado e excluido de posições de poder(público e privado) e o pior que; dentro de um sistema de voto e falsa meritocracia; os partidos políticos usam as pessoas pretas como (assento, degrau e chicote) como não é em países que tem 12% da populaçao preta ; como exemplo Estados Unidos. Sec.21 nem casa-grande e nem senzala. Sec.21 e’ Quilombo. A verdade dos fatos vai libertar essa sociedade para mover para frente. Povo preto majoritariamnete no poder!! Pensar, Estrategizar, Candidatar, Votar, Agir e Exigir um plano de nação com pautas pretas com salto civilizatório mundial (séc.19, 20 e 21) nas estruturas, nas infraestruturas e serviços sociais e no direito, dentro de um Estado Democratico de Direito; negado ao povo preto em todas areas baseados em equidade então; projeto de nacao; reparação já para o povo preto já- exigimos ir para o sec.21 com o Brasil em ordem e progresso, depois de tantos sacrificios e mortes de seus ancestrais! Povo preto nas esferas de poder no seu Brasil no sec.21!!

  • Alesandra Santos

    (10/06/2020 - 08:34)

    Quando o sistema tem gente podre. Essa gente tem que ser #substituidos !
    #Porque , quando o povo #preto e #indigena no Brasil, marcham e reinvindicam pautas de avancos civilizatorios contra a barbarie administrsativa publica, os 3 poderes se negam a ouvir e avancar?
    A representatividade proporcional populacional nos poderes é vital para o avanço civilizatorio das pautas do seculo (19, 20 e 21) negada a todos os brasileiros e das pautas negras e indigenas no Brasil.
    #BlackLivesMatter #VidasNegrasImportam. Parem de acreditar na lavagem cerebral da mentira branca de 500 anos no #Brasil. O Brasil por seculos agem deshonestamente e numca deu avanco no importante item contra corrupcao, suborno etc. Todos sabem e exigiram desde de o fim da ditadura; total transparencia e punicao de culpados, cumplices, omissos e responsaveis; por crimes, alem de exgir avanco em pautas historicas do seculo 19,20 e 21). Dê o bom exemplo para você,sua sociedade e parem de ser uma vergonha para voces e para o mundo. Entenda o que acontece no Brasil. Mude o destino do Brasil. Porque o Brasil é preto, tem mais de 60% da população preta e que é mais pobre e mais segregado per capita per população. Sendo que o Brasil é sustentado, alimentado e tudo que move e consome e tem impostos pagos no Brasil é majoritariamente por pretos(as) e ainda assim, o Brasil é segregado, racializado, eugenizado e genocidado e excluido de posições de poder(público e privado) e o pior que; dentro de um sistema de voto e falsa meritocracia; os partidos políticos usam as pessoas pretas como (assento, degrau e chicote) como não é em países que tem 12% da populaçao preta ; como exemplo Estados Unidos. Sec.21 nem casa-grande e nem senzala. Sec.21 e’ #Quilombo. A verdade dos fatos vai libertar essa sociedade para mover para frente. Povo preto majoritariamnete no poder!! Pensar, Estrategizar, Candidatar, Votar, Agir e Exigir um plano de nação com pautas pretas com salto civilizatório mundial (séc.19, 20 e 21) nas estruturas, nas infraestruturas e serviços sociais e no direito, dentro de um Estado Democratico de Direito; negado ao povo preto em todas areas baseados em equidade então; projeto de nacao; reparação já para o povo preto já- exigimos ir para o sec.21 com o Brasil em ordem e progresso, depois de tantos sacrificios e mortes de seus ancestrais! Povo preto nas esferas de poder no seu Brasil no sec.21!!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.