80 anos de Marvin Gaye é marcado por álbum de inéditas

UNITED STATES – JANUARY 01: USA Photo of Marvin GAYE, Portrait of Marvin Gaye, wearing hat (Photo by Gems/Redferns)

Há 8 décadas nascia uma das maiores vozes da música mundial. O cantor Marvin Gaye, que embalou as rádios nos anos 60 e 70 e foi trilha sonora da vida de diversas pessoas, tem um novo álbum de inéditas disponível nas plataformas digitais.

Composto por 17 faixas, o disco “You’re The Man”, foi originalmente gravado em 1972, em um dos momentos de extrema criatividade do astro do soul. Isso porque durante essa época foram lançados os álbuns “Whats Goin On”, de 1971, a trilha sonora, “Trouble Man”, 1972, e o lendário “Lets Get It On”, 1973.

Apesar do ápice artístico que o músico vivia naquela ocasião, apenas a faixa que dá título ao compilado foi lançada. No entanto, o desempenho não teria sido o esperado pela gravadora Motown. Mas outro fator teria agravado a situação e gerado o engavetamento do álbum.

Em 1972, os Estados Unidos viviam, a todo vapor, a campanha eleitoral que reelegeu Richard Nixon, do partido Republicano, como presidente. Nesse contexto, Gaye surge com um tom político em seu trabalho, desagradando Berry Gordy, CEO da Motown, que temia a perda de fãs. Sendo assim, o disco ficou “esquecido” pela gravadora.

É preciso destacar que, nesse mesmo período, o cantor se dedicou a outro trabalho, já comentado aqui, o Trouble Man. Uma das trilhas sonoras mais emblemáticas do cinema americano e que marcou o movimento Blaxploitation. Fase em que diversas películas foram produzidas e protagonizadas por diretores e atores negros tendo, principalmente, afro-americanos como público alvo.

35 anos depois da trágica morte do artista, assinado pelo próprio pai com dois tiros, e 44 anos após a gravação do álbum, o compilado de inéditas “You’re The Man”, finalmente, está disponível para ser escutado pelos fãs e sanar, um pouco, a saudade deixada. 

Jader Theóphilo

Jornalista formado pela Puc-MG. Atua como produtor de conteúdo e colunista semanal na Revista Zint, com foco em assuntos culturais. Adquiriu experiência com apuração e produção de jornais da Record TV Minas, atuou como apresentador, repórter e produtor, na PUC TV. Além disso, participou da produção de 3 programas semanais, na TV Horizonte, e foi analista de mídias sociais, na Horizon.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: