Ícone do site Notícia Preta

Sueli Carneiro será Personalidade Literária do Prêmio Jabuti 2022

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Em entrevista coletiva realizada na manhã desta terça-feira (29), a Câmara Brasileira do Livro (CBL) divulgou que a filósofa, escritora e ativista, Sueli Carneiro, será homenageada como Personalidade Literária do Prêmio Jabuti 2022, a maior premiação do jornalismo brasileiro.

Sueli Carneiro será Personalidade Literária 2022 – Foto: Revista Trip

A conselheira do Prêmio, Bel Santos Mayer, informou que a escolha se dá devido ao histórico de Sueli, com mais de 40 anos de ativismo nos direitos humanos e feminismo negro, e também para não deixar que o movimento antirracista seja um movimento perene. “Essa escolha da Sueli é pautada em não fazer da luta antirracista uma onda. Todos sabemos o quanto ela coloca outro olhar nos direitos humanos e a escolha se baseia em olhar o prêmio de uma forma completa. Esse é o momento importante para trazer essa avaliação não ficcional”, defende.

Leia também: Ativista brasileira Lúcia Xavier vai à ONU denunciar casos de racismo no Brasil 

Além disso, Bel Santos também ressaltou que Sueli Carneiro é uma personalidade internacional e seus escritos impactam e falam de milhares de pessoas em todo o mundo. “Existe um processo de escolha e esse é um momento importante de olhar para as pessoas que têm falado para outras pessoas. Ela tem mais de 200 artigos publicados sobre tudo que acontece no Brasil e no mundo. Sem dúvida, esses eventos nos fazem olhar de forma diferente para ela”, completa.

Luiz Trigo, também conselheiro do Prêmio, enfatiza a importância de dar espaço às produções intelectuais de pessoas negras e indígenas. “Desde João do Rio, intelectual negro e carioca – vários intelectuais negros, indígenas se destacam, mas não têm reconhecimento. Todos se destacam por uma literatura de qualidade e o mercado precisas olhar para eles”, comenta.

Doutora Honoris Causa

O conselho Universitário da Universidade Federal de Brasília (UnB) aprovou, na última sexta-feira (18), a homenagem à Sueli Carneiro como Doutora Honoris Causa da Instituição. Segundo a reitora da UnB,  Márcia Abrahão, o reconhecimento faz parte da comemoração dos 60 anos da entidade e também pela “relevante projeção nacional ou internacional de Sueli”.

Conceito visual

Esta edição do Prêmio Jabuti terá o grafite como conceito visual. Segundo o curador do Prêmio, Marcos Marcionilo, foram convidados artistas das cinco regiões brasileiras para representar a amplitude do país. Raiz [Raí Campos] (Amazonas), Tereza de Quinta (Acidum Project, Ceará), Rafael Jonnier (Cuiabá), Ciro Schumann (São Paulo) e Marcelo Pax (Rio Grande do Sul) aceitaram o convite da CBL. “O objetivo é levar o grande público a ouvir, ver e ler outras centralidades, de extrema densidade criativa, estética e de conteúdo — negras, femininas, indígenas e de gêneros diversos. Assim como o grafite brasileiro, reconhecido em todo o mundo, o Jabuti quer ver o mesmo acontecer com nossas literaturas”, explica.

As inscrições para o Jabuti 2022 já estão abertas e podem ser feitas diretamente no site do Prêmio. Pelo

Sair da versão mobile