Ícone do site Notícia Preta

BBB 22: Polícia identifica suspeito de vazar vídeo íntimo de Natália Deodato

APOIE O NOTÍCIA PRETA

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) anunciou, na manhã desta terça-feira (25), que identificou o suspeito de vazar o vídeo íntimo da participante do Big Brother Brasil, Natália Deodato, na última quarta-feira (19). Ainda de acordo com a PC, o suspeito foi identificado e receberá uma intimação para prestar esclarecimentos.

Natália Deodato teve um vídeo íntimo vazado na última quarta-feira (19) – Foto: Reprodução TV Globo

“A Polícia Civil de Minas Gerais informa que instaurou inquérito policial e diligências estão sendo realizadas para apuração dos fatos. O suspeito será intimado nos próximos dias. Não serão divulgadas as datas de oitivas (audiências) do suspeito, de 39 anos”, diz a nota da corporação.

Leia também: BBB 22: Após vazamento de vídeo íntimo, polícia pede à Justiça medida protetiva para Natália

No vídeo, publicado sem o aval da sister mineira, Natália aparece fazendo sexo oral em um homem e a equipe da participante, na própria quarta-feira pediu que os fãs do programa não compartilhassem o vídeo. “Já temos conhecimento do vídeo que está circulando! Tomaremos as providências cabíveis!”, escreveu a equipe na postagem do Twitter.

A Lei 13.718/2018 protege a mulher da exposição e o compartilhamento de imagens íntimas na internet é crime, gerando pena de 1 a 5 anos de reclusão. A tipificação do “porn revenge” (termo que, em português, significa “pornografia de vingança”) garante a segurança da mulher contra a exposição de materiais íntimos, pornografia em vídeo ou foto de cena de sexo, sem o consentimento da pessoa retratada

Sair da versão mobile