Governo de Pernambuco não aceita reajuste em cachê do show de Lia de Itamaracá e artista não vai se apresentar no carnaval 2020 do estado. Valor é o mesmo há 12 anos

APOIE O NOTÍCIA PRETA
Lia de Iatamaracá

Patrimônio Vivo de Pernambuco e Doutora Honoris Causa pela UFPE , a cantora, compositora e cirandeira Lia de Itamaracá não vai se apresentar na programação do governo do estado para o carnaval 2020. A decisão da artista foi após a Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe) não reajustar o cachê do seu show em R$ 7 mil. Há 12 anos, o estado paga o mesmo valor pelo show de Lia.

“Apesar do valor não ser alto, a Fundarpe não fez o reajuste e ficou inviável para a gente trabalhar dessa forma. Agora, com o show Cirande Sem Fim, a banda cresceu e temos a participação de outros músicos, como o DJ Dolores, por exemplo. Não dá para permanecer recebendo a mesma coisa”, desabafa Beto Hees, produtor e empresário da cirandeira.

Lia de Itamaracá lamenta ter que se recusar a cantar nos palcos do Governo de Pernambuco durante a folia, mas afirma que essa é uma maneira de protestar para que a Fundarpe valorize os artistas da terra.

“A festa é para misturar todas as culturas. Não tenho nada contra os artistas de fora, mas os cantores da cultura popular também precisam ser valorizados e ter dignidade para trabalhar”.

Lia de Itamaracá

A artista também lembra que a Prefeitura de Itamaracá não contratou qualquer show da artista para o carnaval na cidade. Ela fará shows em Recife em contratos com a prefeitura da capital durante a folia de momo. No dia 24, a ciranda acontece no Pátio de São Pedro, a partir das 19h. No dia seguinte, Lia se apresenta na Praça do Arsenal, também às 19h.

Na internet, Lia recebeu apoio de grupos, artistas e admiradores da cultura popular. A cantora Mariene de Castro fez uma postagem no seu perfil no Instagram.

““Pernambuco sem Lia, Coisa incompreensível!”, escreveu a baiana que também não foi convidada para fazer shows na Bahia.

Homenagem e sucesso de bilheteria em São Paulo

Enquanto o Governo de Pernambuco não aceitou reajustar o cachê da cirandeira, Lia comemora mais uma homenagem que recebe na trajetória de mais de 60 anos de carreira. Grupo percussivo de mulheres, o afoxé Ylú Oba de Min recebe Lia para uma homenageia na sexta-feira, dia 21. No ano passado, o grupo homenageou a cantora Elza Soares. O cortejo com a cirandeira será às 16h, na Praça da República, no Centro de São Paulo.

Aproveitando a temporada carnavalesca na capital paulista, Lia faz show no Sesc Pompéia, no sábado, dia 22. Os ingressos colocados à venda na internet, no último dia 11, se esgotaram em menos de 12 horas. Agora, os admiradores da Rainha da Ciranda encontram os bilhetes somente na unidade do Sesc. Os ingressos custam R$ 30 e R$ 15. 

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.