Ícone do site Notícia Preta

Jogador marfinense denuncia mensagens racistas

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Um garoto de 12 anos foi apontado como autor do ataque ao jogador

O atleta Wilfried Zaha fez as denuncias através das redes sociais. Foto: Reprodução

O atacante do Crystal Palace, Wilfried Zaha, sofreu ataque racistas pelas mídias sociais no último domingo (12). O jogador tornou o caso público através do seu perfil no Twitter, horas antes do jogo entre Crystal e Aston Villa, pelo Campeonato Inglês.

A mensagem de Jack (nome que aparece no perfil), tinha imagens da Ku Klux Klan acompanhada de uma mensagem que dizia “É bom você não fazer gol amanhã ou eu vou aparecer na sua casa vestido como um fantasma”.

Algumas horas depois, a polícia de West Midlands prendeu um garoto de 12 anos, que supostamente é o autor das mensagens racistas. Em seu Instagram Wilfreid Zaha agradeceu as mensagens de apoio e a ação rápida da polícia da cidade. O jogador ressalta na mensagem que não é a primeira vez que episódio racista como esse acontece com ele.

“As pessoas precisam entender que seja qual for a sua idade, que o seu comportamento e as suas palavras vem com consequências e você não pode se esconder atrás das redes sociais. É importante que as plataformas de redes sociais façam o que fizeram ontem e procurem esses indivíduos e removam” declarou o jogador.

Sair da versão mobile