Ícone do site Notícia Preta

Gasolina, diesel e gás de cozinha ficarão mais caros a partir desta sexta (11)

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Em um comunicado publicado nesta quinta-feira (10), a Petrobrás informou que a gasolina, o diesel e o gás de cozinha terão novo reajuste nos preços a partir desta sexta-feira (11). O preço médio da gasolina para os distribuidores passará de R$ 3,25 para R$ 3,86, o que corresponde a um aumento de 18,8% por litro.

O gás de cozinha terá 16,1% de reajuste para os distribuidores – Foto: Freepik

O gás de cozinha terá um reajuste médio de 16,1%, passando de R$ 50,18 para R$ 58,21 para os distribuidores. Já o diesel, sobe de R$ 3,61 para R$ 4,51 por litro, totalizando 24,9% de reajuste. “Após 57 dias sem reajustes, a partir de 11/03/2022, a Petrobras fará ajustes nos seus preços de venda de gasolina e diesel para as distribuidoras”, afirma a nota da estatal.

Leia também: “Só 10% das empresas usam financiamento público para pesquisa”, afirma estudo

Efeito Ucrânia

De acordo com a empresa, a elevação dos preços do barril de petróleo, devido o conflito entre Rússia e Ucrânia, foi um dos maiores motivadores do reajuste dos combustíveis. “Após serem observados preços em patamares consistentemente elevados, tornou-se necessário que a Petrobras promova ajustes nos seus preços de venda às distribuidoras para que o mercado brasileiro continue sendo suprido, sem riscos de desabastecimento, pelos diferentes atores responsáveis pelo atendimento às diversas regiões brasileiras: distribuidores, importadores e outros produtores, além da Petrobras”, justifica.

Reajustes frequentes

Desde dezembro de 2020 os combustíveis tiveram altas frequentes. No último mês de 2020, o litro de gasolina para as distribuidoras era comercializado por R$ 1,84. Um ano depois, esse valor saltou para R$ 3,09 e chegará aos R$ 3,86 com o próximo reajuste. Segundo a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o preço médio do botijão de gás de 13 quilos é de R$ 102,64.

Sair da versão mobile