Ícone do site Notícia Preta

Deputados bolsonaristas usam fake news contra vacinação de crianças

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Os deputados federais e apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL), Eduardo Bolsonaro (PSL/SP), Bia Kicis (PSL/DF) e Carla Zambelli (PSL/SP) divulgaram informações falsas sobre o imunizante da Pfizer e a vacinação de crianças de 0 a cinco anos.

Eduardo Bolsonaro repostou um vídeo da “Capitã Cloroquina” – Foto: Reprodução

Em uma das postagens duvidosas, a deputada Bia Kicis afirma que a vacina da Pfizer é capaz de produzir substâncias tóxicas, alegando que a proteína spike, um dos componentes do imunizante, seria responsável por danos permanentes no corpo humano, como câncer e problemas de fertilidade. O vídeo foi compartilhado por 11 mil pessoas e mais de 91 mil visualizações.

Leia também: Estudo mostra ligação entre pobreza na infância e transtornos mentais

Já uma publicação da médica Mayra Pinheiro, conhecida como “Capitã Cloroquina”, foi repostada pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro, filho do presidente, e o texto afirma que a vacina da Pfizer não foi testada adequadamente em crinaças.

Segundo o chefe da Infectologia da Universidade Estadual Paulista (Unesp), Alexandre Naime Barbosa, os deputados estão equivocados e raros foram os eventos graves registrados nas vacinas da Pfizer e da Moderna e não estão relacionados à proteína spike.

Sair da versão mobile