“É um presente pra mim”, afirma Alexandre Henderson sobre apresentar a segunda temporada de ‘Expedição Rio’

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Carioca da gema como ele mesmo se intitula, o ator e jornalista Alexandre Henderson vai apresentar a segunda temporada de “Expedição Rio”, programa da TV Globo que mostra alguns pontos do Rio de Janeiro que não são conhecidos do grande público, inclusive de alguns cariocas.

Alexandre Henderson e Daniela Dias, os apresentadores da segunda temporada de Expedição Rio – Foto: João Cotta/Globo

Alexandre lembra que tudo em sua vida sempre aconteceu na hora e no momento certo de acontecer e com o “Expedição Rio” não seria diferente. “As jornadas vão se delineando como devem ser. Encaro o ‘Expedição Rio’ como mais um presente da vida. São anos de labuta, ‘azeitamento’ dos processos, trabalho árduo e disciplina. Fico feliz porque, ao longo do tempo, criei uma relação próxima com o público. Essa sinergia é fascinante porque é a prova de que meu trabalho toca verdadeiramente o coração de muita gente”, comemora.

Ele ressalta ainda que a informação é uma arma poderosa e um guia na vida do jornalista, mas os sentimentos fazem parte do processo informacional. “Eu dou vazão às emoções, aos sentimentos. Amo gente, amo contar histórias e aprender. Gratidão é a palavra que define cada passo dado”, agradece.  Ainda de acordo com Anderson, os caminhos dos negros são mais difíceis, mas é necessário manter o trabalho e a fé. “Como homem negro, afirmo que a trajetória não é fácil, mas celebro a garra, o empenho e a vontade incessante de acertar e seguir sem esmorecer.  É preciso acreditar sempre e botar fé naquilo que nos propomos a fazer”, afirma.

Bom de conversa

Premiado como ator e jornalista, Alexandre conta que está passando por um momento único na carreira e o programa é um “prêmio” para a carreira. Além disso, ele lembra que sempre gostou de uma conversa e o “Expedição Rio” proporciona encontros emocionantes. “Tem sido uma delícia. Estou conhecendo lugares incríveis da minha cidade, que eu amo. Territórios pouco explorados, e o mais incrível são as histórias por traz desses locais. Adoro um ‘dedo de prosa’ e o programa traz a possibilidade de conhecer pessoas e narrativas ricas de uma gente que faz a diferença na nossa cidade. A minha paixão pelo lugar onde nasci só aumentou vendo e vivenciando cada experiência que o projeto me proporcionou”, comemora.

Gravação do primeiro episódio da segunda temporada – Foto: João Cotta/Globo

Influências

Vindo de uma família com estrutura matriarcal, Alexandre diz que sempre teve mulheres negras como referência positiva em sua vida. “Minha base é bem matriarcal. Mãe, tias, primas… As mulheres foram maioria na minha formação. Todas verdadeiras ‘Candaces’, guerreiras, desbravadoras e potentes. Aprendi em casa que é preciso lutar sem perder o afeto. Aprendi ainda criança que o céu é o limite, apesar de a trajetória não ser nada fácil. Fui aluno de uma escola super tradicional aqui no Rio, o Santo Inácio. Estudar numa escola majoritariamente branca e elitizada me fez entender cedo o universo que enfrentaria na vida adulta“, analisa.

Fico feliz de ver o panorama mudando aos poucos. Mais negros trabalhando, mais pretos conquistando espaços, mais referências para aqueles que estão por vir”, completa Alexandre Henderson.

Leia também: Érico Brás lança seu primeiro álbum: “Sincérico Brásileiro”

Além delas, ele diz que outras mulheres, na vida profissional, também se tornaram influências positivas. “A Glória Maria, ícone no jornalismo, é uma dessas pessoas, minha referência de profissional negra na televisão brasileira. Adoro as suas reportagens. Além de colocar a sua alma em cada trabalho, a Glória sempre chamou a minha atenção porque me envolver nas histórias. Vendo suas reportagens, eu sempre penso: ‘E aí, o que vai acontecer!? O que mais ela vai fazer? Qual será o final dessa história?’. Dulcinéia Novaes, Zileide Silva, Heraldo Pereira e tantos outros me fizeram enxergar que existia real possibilidade de conquistar espaço. A Sandra Annenberg foi também uma luz na minha vida. A Sandra é aquela profissional extremamente dedicada e ética. Vivi anos de parceria muito felizes que fizeram uma diferença enorme na minha formação pessoal e profissional”, pontua.

Alexandre é premiado como ator e jornalista – Foto: João Cotta/Globo

Futuro

Alexandre diz que, após a segunda temporada de Expedição Rio, o plano é votar aos telejornais diários ‘Bom Dia Rio’ e ‘RJTV’, que estava atuando antes do programa e que está aberto a novos desafios profissionais. “Acredito que Papai do Céu, mais do que nunca, sabe da gente. Sigo dando o meu melhor e a jornada vai sendo construída nesse passo a passo que a vida vai traçando. Meu coração está sempre aberto a desafios”, conclui. 

Ele acaba a conversa dizendo que daria um bom conselho ao Alexandre de 15 anos, para sempre fazer seu melhor que as recompensas sempre chegam. “Faça o seu melhor e seja você sempre. Não tenha medo da vida porque você vai ter anjos em seu caminho que te darão as mãos. Mesmo que apareçam espinhos, suporte a dor e siga porque o Sol jamais sairá de sua vida”, finaliza.

APOIO-SITE-PICPAY

Igor Rocha

Igor Rocha é jornalista, nascido e criado no Cantinho do Céu, com ampla experiência em assessoria de comunicação e escritor nas horas vagas. Editor do Notícia Preta.

2 Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.